MERODIVING CENTER MADEIRA

Madeirense

ILHA DO PORTO SANTO



madeirense mergulho porto santo

Afundado propositadamente a 21 de Outubro de 2000 depois de décadas a assegurar a travessia entre as ilhas da Madeira e Porto Santo este recife artificial está localizado a 34 metros de profundidade numa baía abrigada a Sul da zona portuária de Porto Santo dentro de uma Área Marinha Protegida.

Este naufrágio proporciona um mergulho incrível que se prende não apenas com a beleza do navio ainda bem preservado, mas também com uma riquíssima fauna. Em poucos anos este navio ganhou muita vida e tornou-se a morada de variadíssimas espécies. Vários meros (Epinephelus marginatus) habitam o Madeirense e são bastantes tolerantes com os mergulhadores.Com a aproximação ao topo do navio há muitos cardumes de grandes charuteiros (Seriola rivoliana), encharéus (Pseudocaranx dentex) e bicudas (Sphyraena viridensis) que se concentram na captura de pequenas bogas (Boops boops) que circulam aos milhares nas proximidades do Madeirense.

Há cardumes de várias outras espécies, como salemas (Sarpa salpa) sargos (Diplodus cervinus,Diplodus sargos) e roncadores que formam paredes em volta dos destroços do navio. Se explorarmos as zonas interiores da popa do navio podemos encontrar outros meros (Epinephelus marginatus) mais tímidos e badejos (Mycteroperca fusca) que aí encontram o seu refúgio. No fundo de areia ainda existe ratões (Dasyatis pastinaca) e raias borboleta (Gymnura altavela) em repouso.

São tantos os atractivos que podemos ver no Madeirense , que todas as oportunidades são óptimas para visitar este naufrágio.

voltar

Espécies residentes habituais

Charuteiro Seriola rivoliana | Ratão Dasyatis pastinaca | Bicuda Sphyraena viridensis | Mero Epinephelus marginatus | Badejo Mycteroperca fusca | Enchareus Pseudocaranx dentex